É qualquer técnica, ação ou material promocional usado no ponto de venda que proporcione informação e melhor visibilidade a produtos, marcas ou serviços, com o propósito de motivar e influenciar as decisões de compra dos consumidores.
(BLESSA, Regina. Merchandising no ponto de venda. São Paulo: Atlas, 2001 pg. 18).

A maior diversidade de produtos oferecidos ao consumidor faz com que as empresas desenvolvam estratégias para destacar-se da concorrência. Se tratando de PDV (ponto de venda) os materiais mais usados são os displays tanto de chão como de balcão, expositores, arranjo de vitrines e showroom. Há displays que são bem usados para expor a marca do produto como em filas de supermercados, através desta ferramenta o cliente é quase que “obrigado” a ver o anuncio demonstrado que leva até ele descrições de certos produtos que serão lançados ou até mesmo um produto que já exista no mercado, ocasião esta que leva o cliente a despertar o interesse e adquirir a mercadoria oferecida.

Ter um bom produto, preço competitivo, boa distribuição e muita propaganda muitas vezes não é suficiente para alavancar uma venda no “PDV”.

Pesquisas mostram que em média 80% da decisão sobre levar determinado produto é feita dentro da loja no momento da compra. Sabendo disso, muitas empresas têm investido em merchandising para garantir que todo seu esforço de meses de planejamento e divulgação não seja perdido naqueles segundos finais no PDV em que o cliente decide se levará seu produto ou de seu concorrente.

Algumas técnicas como DEGUSTAÇÃO (provar um determinado alimento ou bebida), SAMPLING (abordagem e entrega de amostras) e DEMONSTRAÇÃO (abordagem com explicação dos benefícios de um produto ou serviço) ajudam a posicionar, fidelizar e aumentar as vendas.

Um profissional bem treinado no PDV pode fazer toda a diferença na venda de um produto se no momento de apresentá-lo aos clientes oferecer informações sobre suas características, qualidades e vantagens que o destaque dos seus concorrentes.

Redes Sociais